O centro se move para ocupar espaço vago, mas combate à criminalidade é seu ponto mais fraco

Por Rodrigo Constantino | Gazeta do Povo

Fonte: Estadão

Em meio à polarização política, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), aposta na possibilidade da consolidação de uma terceira via, de centro, para as eleições de 2022. Alcolumbre avalia que as eleições municipais do ano que vem servirão como uma prévia para a disputa presidencial, já que o fim das coligações proporcionais deve levar a uma diminuição de partidos, que, por sua vez, influenciará as alianças nos pleitos seguintes. O presidente do Senado disse:

A gente vai ter a fotografia, na eleição municipal, do que vai ser a eleição nacional. Mas, do meu ponto de vista, a esquerda vai ter 25% dos votos, a extrema-direita, liderada pelo PSL, talvez tenha também 25% dos votos, e vai acabar (com) esses partidos de centro, centro-direita, ficando com esses 50%. Então acho que isso vai se refletir também na eleição geral de 2022.


Continue lendo no Blog do Rodrigo Constantino.