A “Arma da Fome” como ferramenta de controle social na Venezuela

Por Rodrigo Constantino | Gazeta do Povo

Por João Cesar de Melo, publicado pelo Instituto Liberal

A esquerda conseguiu impor a narrativa de que a repressão que marcou os primeiros anos da URSS foi necessária para conter a guerra civil.

Os fatos, porém, mostram que essa “guerra” foi nada mais do que a revolta de operários contra o governo bolchevique, que se mostrou imensuravelmente mais autoritário e violento que o dos czares que o precederam; e também contra os camponeses (que correspondiam a 85% da população russa), que não aceitavam a coletivização imposta pelos comunistas.

Logo no começo de seu governo, Lênin implementou o que ficou conhecido como Terror Vermelho, um programa sistêmico de perseguição a opositores, de caça a religiosos, a minorias étnicas e a grupos “socialmente estranhos” (como os cossacos), de repressão violenta contra greves e manifestações populares, de deportações, de restrição da atividade econômica, de expropriações,


Continue lendo no Blog do Rodrigo Constantino.