Operação de combate a incêndios na Amazônia deve ser prorrogada, diz Mourão

O presidente interino Hamilton Mourão disse nesta 6ª feira (13.set.2019) que a operação de combate aos incêndios na Floresta Amazônica, coordenada pelas Forças Armadas, deverá ser prorrogada por mais 30 dias.

O decreto de GLO (Garantia da Lei e da Ordem), editado pelo presidente Jair Bolsonaro em 24 de agosto, é válido por 30 dias e expira no próximo dia 24.

“A operação está prevista até o dia 24 de setembro e a nossa ideia, depois que o presidente voltar [de viagem aos Estados Unidos], é solicitar a prorrogação dela“, afirmou Mourão a jornalistas ao deixar o Palácio do Planalto nesta tarde.

Receba a newsletter do Poder360
todos os dias no seu e-mail

Mais cedo, Mourão reuniu-se com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, que apresentou 1 balanço das ações na Amazônia. O presidente interino classificou como “muito bom” o resultado da operação até agora e citou dados repassados pelo ministro, como a aplicação de


Continue lendo no Poder 360.