Reação a censura dispara vendas na Bienal do Rio

O presidente do Supremo, Dias Toffoli, cassou ontem pela manhã uma decisão do TJ do Rio que permitia à Prefeitura censurar um livro em quadrinhos da Marvel no qual dois homens se beijam. O desembargador Claudio Mello Tavares havia permitido que fiscais recolhessem a obra na Bienal do Livro seguindo ordens do prefeito Marcelo Crivella. A reação ao ato do prefeito foi imediata. Um total de quatro milhões de livros foram vendidos, e a o disparo em vendas ocorreu justamente quando Crivella fez seu…


Continue lendo no Canal Meio.