Augusto Aras tem mais chances no Senado do que Eduardo Bolsonaro

Indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para comandar a Procuradoria Geral da República, o sub-procurador-geral Augusto Aras tem mais chances de ter seu nome aprovado pelos senadores do que o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente, tem de ser aprovado como embaixador do Brasil em Washington.

Enquanto Eduardo Bolsonaro sofre grande e explícitas resistências da oposição –e até de alguns governistas–, Aras conta com razoável boa vontade entre os líderes oposicionistas.

O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), por exemplo, é um crítico feroz da indicação de Eduardo Bolsonaro. O mínimo que diz é que a nomeação será “péssima para o país”. Quanto a Augusto Aras, o discurso é mais moderado:

“Não o conheço ainda. Embora não tenha gostado de algumas declarações recentes, pretendo ouvi-lo sem preconceitos durante a sabatina [na Comissão de Constituião e Justiça] para firmar uma posição”.

Cacique do PDT, o senador e ex-governador do Ceará Cid Gomes, irmão

Continue lendo na Tales Faria.