Mundo entra em estado de alerta pela Amazônia

Após semanas ignorando a questão ambiental ou questionando os dados oficiais sobre desmatamento, e dois dias após chover cinzas das queimadas na capital paulista, o presidente Jair Bolsonaro partiu para cima das ONGs ambientalistas. “Este pessoal está sentindo a falta do dinheiro”, afirmou o presidente. “Então pode, não estou afirmando, ter ação criminosa desses ongueiros para chamar atenção contra minha pessoa.” Ele não apresentou qualquer indício que sustente a acusação. Em sua…


Continue lendo no Canal Meio.