Bolsonaro fere Constituição com sua política ambiental, diz Marina

Marina Silva diz que o presidente Jair Bolsonaro desrespeita a Constituição com a sua política ambiental. Propõe reação de políticos e da sociedade civil brasileira para barrar retrocessos em políticas públicas construídas durante décadas.

Os danos à Amazônia custarão caro ao Brasil, que virou pária internacional, segundo a ex-senadora, que foi ministra do Meio Ambiente no governo Lula. O país sofrerá retaliações internacionais devido ao desmatamentos e queimadas recordes. Prejuízos causados à floresta poderão ser irreversíveis.

Está sendo destruído um esforço de governos anteriores para mudar a imagem do Brasil no mundo e implementar uma política ambiental responsável, avalia Marina. O acordo entre a União Europeia e o Mercosul está sob ameaça.

Grileiros e fazendeiros se sentem autorizados a barbarizar porque esse sinal é transmitido por Bolsonaro e seus ministros. Essa política ambiental é um crime contra a atual e as futuras gerações.  Ela está certa ao dizer que é um

Continue lendo no Blog do Kennedy.