Sniper mata sequestrador e governador celebra como a um gol

Foram seis tiros em sequência. Rápidos. O sequestrador, um rapaz de 20 anos chamado Willian Augusto da Silva, mantinha dentro de um ônibus parado na Ponte Rio-Niterói 37 reféns. Havia acabado de sair do veículo e estava para voltar ao interior quando foi atingido e caiu. Morreu na ambulância, antes de chegar ao hospital. Ninguém mais se feriu. Quem disparou, um atirador de elite da Polícia Militar do Rio, devidamente mascarado e camuflado em cima de um caminhão de bombeiros, acertou todos os…


Continue lendo no Canal Meio.