Oposição vai à Justiça se Bolsonaro nomear o filho Eduardo como ministro

 

O líder da Oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), comemorou a declaração do presidente da República de que pode desistir da indicação do filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), para embaixador nos EUA.

“Parece que ele aprendeu a fazer contas e viu que não tem votos para aprovar a indicação do filho aqui no Senado”, disse o senador.

Randolfe lembra que havia declarado ao blog que a oposição já tinha os 41 votos necessários para barrar a indicação. Mas ele acredita que o presidente cumprirá a ameaça que havia feito antes: trocar a indicação do filho pela do atual ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

Jair Bolsonaro declarou que tem poder para fazer de Ernesto o embaixador nos EUA e nomear Eduardo em seu lugar para o comando do Ministério, sem precisar submeter o filho a uma autorização do Senado.

“Nós contestaremos na Justiça. Não é ponto pacífico no meio jurídico que

Continue lendo na Tales Faria.