Almoço de domingo no Alvorada: “Papai, por que estão todos contra nós”?

Brasília tem um anão falastrão que se esconde debaixo das mesas dos palácios para ouvir as conversas das excelências e depois sai contando tudo, desde o tempo em que trabalhei no Palácio do Planalto.

Fazia tempo que não o encontrava, e ele foi logo perguntando:

_ E aí, chefia? Tá sabendo do almoço de domingo da família no Alvorada?

_ Não, há muito tempo não vou a Brasília. O que houve?

_ Rapaz, o negócio foi pesado, quase se pegaram a tapa. Não fosse a primeira dama aquilo ia acabar na delegacia…

Parece até que o anão gravou a conversa, pois reproduziu em detalhes os diálogos entre pai e filhos. Abaixo, um breve resumo (alguns palavrões foram censurados para manter o decoro do blog):

B. – Que semana pesada da porra, meninos! Mais uma dessas, eu pego meu boné, largo esta merda e vou pescar em Angra bem naquele local

Continue lendo no Balaio do Kotscho.