Se a esquerda vencer na Argentina, o mesmo acontecerá no Brasil?

Por Rodrigo Constantino | Gazeta do Povo

Por Sérgio Alves de Oliveira, publicado pelo Instituto Liberal

É preciso colocar as barbas de molho com a vitória da esquerda argentina nas eleições prévias agora realizadas. Prevenir nunca é demais.

Na verdade, existe certa semelhança nas questões políticas argentinas e brasileiras. As razões só poderão ser esclarecidas pelos melhores antropólogos e cientistas políticos. Mas sem dúvida se observa que os erros nas escolhas políticas de qualquer um deles acabam se repetindo no outro.

Se olharmos com atenção os acontecimentos políticos nesses dois países, as semelhanças serão notórias. As únicas diferenças consideráveis estarão nos respectivos calendários eleitorais, que não coincidem, talvez estando aí a explicação para a pequena diferença de tempo nos acontecimentos de cada país.

Esse “repeteco” histórico entre os dois países apareceu mais nítido a partir dos anos 60 do século passado. O Regime Militar começou no Brasil em 1964


Continue lendo no Blog do Rodrigo Constantino.