Após Previdência, eleições é que são prioridade de Rodrigo Maia e Bolsonaro

Passada a votação da reforma da Previdência na Câmara começou a reforma tributária. Certo?

Mais ou menos.

Depois das mudanças previdenciárias, começou, na verdade, a campanha eleitoral de 2022.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o mandatário do Planalto, Jair Bolsonaro, terão como prioridade absoluta derrubar a chances do outro de disputar e vencer as próximas eleições presidenciais.

Daí porque Rodrigo Maia ter feito questão de posar como o pai das reformas e, em uma de suas primeiras entrevistas após a votação da Previdência na Câmara, ter declarado: “Bolsonaro é produto de nossos erros”.

O presidente retrucou usando, como costuma, o filho pitbull.  O vereador Carlos Bolsonaro (PSC) providenciou um tuíte lembrando o apelido “Nhonho” do presidente da Câmara e postando um vídeo em que o gordinho do seriado Chávez nega biscoitos aos colegas.

No entanto, não é Rodrigo que Bolsonaro considera como seu principal adversário, mas sim

Continue lendo na Tales Faria.