Todo comando da República foi hackeado

O ministro da Justiça, Sergio Moro, passou um bom tempo ao telefone, ontem, informando a autoridades que o grupo de hackers preso na terça-feira havia ganho algum tipo de acesso a seus celulares. E a lista é longa. Começa com alguns aparelhos do presidente Jair Bolsonaro, passa pelos dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, uns tantos deputados e senadores, alguns ministros do Supremo, o presidente do STJ, João Otávio de Noronha, a procuradora-geral da República, Raquel…


Continue lendo no Canal Meio.