Toffoli suspende colaboração de Coaf com MP

O presidente do Supremo, José Antonio Dias Toffoli, mandou suspender nacionalmente o andamento de todos os processos instaurados sem supervisão da Justiça que se baseiem em dados recebidos de órgãos de fiscalização e controle como Fisco, Coaf e Banco Central. A decisão está de pé até 21 de novembro, quando o STF julgará a constitucionalidade do compartilhamento, com o Ministério Público, de dados bancários e fiscais. Da maneira como vinha funcionando, sempre que detectavam algum movimento…


Continue lendo no Canal Meio.