Líderes do Senado querem fatiar e incluir estados na reforma da Previdência

Aprovada a reforma da Previdência na Câmara, as atenções se voltarão para a tramitação entre os senadores.

Nesta terça-feira (9), o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), começou a discutir o assunto com os líderes partidários.

Ficou claro que há maioria na Casa para uma aprovação rápida. Mas os senadores não abrem mão de alterar o projeto aprovado na Câmara.

A Constituição, no entanto, determina que, em caso de alterações, o texto precisa ser voltar para nova votação entre os deputados.

Uma solução teve apoio generalizado: fatiar o projeto.

A parte que for aprovada vai direto para promulgação. As alterações serão incluídas numa coisa que os senadores chamam de “PEC paralela”. Ou seja, uma Proposta de Emenda Constitucional que voltará para nova votação na Câmara.

O blog ouviu os líderes dos principais partidos na Casa.

Praticamente todos os senadores  ouvidos pretendem colocar estados e municípios na PEC paralela. Outros pontos também devem entrar, mas

Continue lendo na Tales Faria.