Senado derruba decreto das armas de Bolsonaro

Só PSL e PSC votaram com o presidente Jair Bolsonaro. Os outros partidos se dividiram ou foram maciçamente contra e, assim, o decreto que facilitaria posse e porte de armas pela população foi derrubado. Esperava-se uma votação apertada, mas a derrota do governo foi acachapante: 47 votos a 28. Bolsonaro chegou a pedir pelas redes que seus seguidores pressionassem os parlamentares — mas não deu. (Poder 360)

Pelo que ouviu Tales Faria, declarações do próprio Bolsonaro convenceram os senadores a…


Continue lendo no Canal Meio.