Moro encolhe, mas resiste no Senado

Moro não se saiu mal no depoimento no Senado. Afinal, ele havia escolhido aquele campo pra jogar. Compareceu “voluntariamente” à Comissão de Constituição e Justiça do Senado porque sabia que, ali, o clima seria menos carregado do que na Câmara.

Contou com maioria a seu favor. Críticos a ele, mesmo, havia PT/PDT/Rede e franjas do MDB/PSD.

O ex-juiz concentrou o discurso em ataques ao site The Intercept, disse algumas bobagens memoráveis como “o site devia ter mandado o material para as autoridades, antes de divulgar, pra saber se tudo aquilo é verdadeiro”. Ora, em parte nenhuma do mundo, jornalistas sérios fazem isso! Moro também insistiu na narrativa de que críticas aos abusos cometidos por ele na Lava Jato significam apoio à corrupção e ataque frontal à operação. Entre operadores de Direito e acadêmicos sérios, ao esgrimir tais argumentos, ele fica ainda mais desmoralizado.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o

Continue lendo no Escrevinhador.