Moro em baixa, Bolsonaro em alta

A guerra virtual em torno das conversas de Sergio Moro durante a Operação Lava Jato, os expurgos de quadros do governo em choque com a ala olavista e a mobilização em favor do decreto que facilita o posse e a porte de armas criaram um ambiente favorável a Jair Bolsonaro no Twitter. Monitoramento realizado pela start-up Arquimedes constata que o sentimento positivo dessa rede em relação ao presidente atingiu seu ponto mais alto desde a posse em 17 de junho, em meio à repercussão das conversas entre o ex-juiz e hoje ministro Moro e o procurador Deltan Dallagnol, divulgadas pelo site The Intercept Brasil.

Realizada desde o dia primeiro de janeiro, a análise do sentimento em relação ao presidente mostra que mesmo notícias ruins para o governo, como o veto ao decreto das armas no Senado, ajudam a arregimentar o exército bolsonarista virtual. Segundo a Arquimedes, a derrota acabou

Continue lendo na Revista Piauí.