É preciso dar um basta ao “bolsonarismo”, por Francisco Celso Calmon

Nesta gravíssima conjuntura do Estado policial, sustentado pelos militares, milicianos e pelas togas fascistas, o que fazer? Esperar a casa ruir de vez ou protagonizar, com propostas, para dar um basta ao “bolsonarismo”? 

Continue lendo no Blog do Nassif.