‘Carta de governador não rende voto na Câmara’

O deputado Marcelo Ramos (PL-AM), presidente da comissão que analisa a emenda constitucional que reformula o sistema previdenciário, declarou que “o Congresso segue propenso a tirar Estados e municípios da reforma da Previdência” a despeito da divulgação de cartas de governadores pedindo o contrário. “Carta de governador não rende voto na Câmara”, ele afimou, em entrevista ao blog. “Acho que a atitude dos governadores precisa ser mais humilde. Eles têm que garantir votos em vez de escrever cartas.”

Marcelo Ramos separa os governadores em dois grupos, ambos ineficazes: “Acho que tem uma parte querendo manter a aparência. Outra parte está querendo enquadrar a Câmara. Nenhum dos dois movimentos vai funcionar.” O deputado soou ácido: “Não me parece razoável um governador dizer no Estado dele que é contra, a bancada regional e partidária dele votar integralmente contra e ele assinar uma carta dizendo que quer que inclua Estados e municípios

Continue lendo no Blog do Josias.