Sob Bolsonaro, militares perdem popularidade

A experiência ameaça suplantar a esperança. Desde que Jair Bolsonaro começou seu mandato presidencial, caiu 13 pontos a proporção de eleitores que acham boa ou ótima a ideia de um governo militar no Brasil. Segundo pesquisa inédita do Ibope, em janeiro, logo após a posse, 62% dos brasileiros idealizavam os militares no poder. Foi um recorde, mas a presidência do ex-capitão do Exército não parece ter ajudado a sustentar tanta expectativa. Em abril, a taxa foi a 49%. Ainda é alta, mas a oposição ao governo militar ganhou força simultaneamente.

Em quatro meses, a fatia dos que acham o conceito de governo marcial ruim ou péssimo cresceu de 32% para 45%. Ou seja, os trinta pontos que separavam apoiadores de detratores da ideia viraram quatro. Os dois grupos estão no limite de um empate técnico, já que a margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais,

Continue lendo na Revista Piauí.