Eduardo Leite defende expulsar Aécio e Beto Richa do PSDB

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, disse ontem que o PSDB deve desfiliar tucanos acusados de corrupção “com denúncias graves e provas robustas”. Em entrevista ao “Jornal da CBN – 2ª Edição”, ele citou o deputado federal Aécio Neves (MG) e o ex-governador Beto Richa (PR) como tucanos que deveriam, na prática, ser expulsos do PSDB.

Leite afirmou que a eventual mudança de nome do partido deveria ser a “última etapa de um processo de revisão interna”. Do contrário, tal alteração não faria sentido.

Segundo o governador gaúcho, “o PSDB se desconectou” do eleitorado ao não punir Aécio e Richa: “Mais do que um mea culpa, [defendo] levar a discussão a desfiliação de membros com denúncias graves e provas robustas”.

O tucano avaliou que o ministro Paulo Guedes tem uma agenda correta na economia para a “retomada da confiança” e que a área de infraestrutura do governo Bolsonaro

Continue lendo no Blog do Kennedy.