Após derrota em caso de censura, Toffoli libera entrevistas com Lula

No mesmo dia em que foi derrotado pelo recuo de Alexandre de Moraes na censura a dois órgãos de imprensa, o presidente do STF, Dias Toffoli, decidiu liberar entrevistas com o ex-presidente Lula.

No ano passado, em plena campanha eleitoral, o ministro Luiz Fux censurou a “Folha de S.Paulo”, que obtivera autorização para falar com Lula. Fux chegou a determinar que, se a entrevista tivesse sido feita, não poderia ser publicada. Ou seja, censura prévia na veia.

Ironicamente, na época da tesourada de Fux, um dos veículos de imprensa censurados recentemente por Alexandre de Moraes aplaudiu o veto à Folha e à jornalista Monica Bergamo. Outro jornalista, Florestan Fernandes Jr., também foi censurado por Fux na mesma época.

Numa democracia, é preciso defender a liberdade de expressão e de imprensa de todos os cidadãos. Não podemos defender a nossa liberdade e celebrar quando esse direito é negado a outros. Isso

Continue lendo no Blog do Kennedy.