O amigo oculto de Temer

Em meio ao tumulto das prisões na Operação Descontaminação, passou despercebido um personagem que, para a Polícia Federal e o Ministério Público, tem potencial para trazer à tona vários segredos ainda recônditos do esquema de corrupção em que está envolvido o ex-presidente da República Michel Temer. Trata-se de Vanderlei de Natale, dono da empreiteira Construbase, descrito pelos procuradores do Rio de Janeiro como operador de Temer.

De Natale foi uma das oito pessoas presas ontem, em caráter preventivo (outras duas tiveram decretada a prisão temporária).  No pedido de prisão cautelar feito pelo MP, ele é acusado de lavar dinheiro usando a PDA Projetos e Direção Arquitetônica, empresa de fachada do coronel João Batista Lima Filho, ou coronel Lima, testa de ferro do ex-presidente Temer. A PDA não tem nenhum funcionário, e no entanto, emitiu notas fiscais de  serviços durante anos para empresas ligadas ao esquema. Só a Construbase repassou

Continue lendo na Revista Piauí.