Ditadura de toga: é proibido criticar o STF! Decisão de Toffoli gera revolta nas redes sociais

Por Rodrigo Constantino | Gazeta do Povo

Dias Toffoli anunciou agora há pouco a abertura de um inquérito para investigar “denunciações caluniosas, ameaças e infrações” contra ministros, que envolvam também atos de difamação ou injúria, por exemplo. Disse que, como presidente do STF, cabe a ele zelar pela “honorabilidade e segurança” dos colegas, bem como de seus familiares.

O MBL protestou nas redes sociais: “Toffoli determinou abertura de inquérito para apurar supostas fake news contra o STF. A maior fake news é o poder do STF em reescrever a Constituição”. De fato, questiona-se onde há previsão para tal ato em nossas leis. O Supremo, que deveria ser o guardião da Carta Magna, cada vez mais banca o legislador. E em causa própria!

O deputado Paulo Eduardo Martins desabafou: “Toffoli anuncia abertura de inquérito para investigar “calúnias” contra ministros do STF. Preparem-se. A ditadura da toga está escancarada”. Em


Continue lendo no Blog do Rodrigo Constantino.