Um Marechal em tempos de guerra, por Maister F. da Silva

Um Marechal em tempos de guerra por Maister F. da Silva

O Brasil é um país um tanto difícil de entender, carregado de regionalidades arraigadas que se sobrepunham a construção de uma identidade nacional a séculos, o que mais se aproxima de uma unidade nacional, ainda que de forma supérflua, é o chauvinismo pelo futebol – visivelmente abatido na última copa do mundo, pelos escândalos de corrupção na FIFA e na CBF. O Brasil saiu da condição de colônia em um acordo que o manteve colonizado, saiu do regime escravocrata mantendo a cultura escravocrata como princípio, de acordo em acordo manteve a estrutura política, jurídica e militar sempre sob a tutela das mesmas oligarquias. A estrutura do poder real alterou-se muito infimamente nos últimos 200 anos – no que tange as famílias detentoras dos destinos do país, talvez a grande incorporação dos oligarcas tenha sido a inserção dos barões da mídia.

A falta de uma identidade nacional capaz de mobilizar

Continue lendo no Blog do Nassif.