Disputa pela liderança de bancada provoca racha entre evangélicos na Câmara

Jornal GGN – A bancada evangélica, fundamental na eleição de Jair Bolsonaro à presidência da República, está brigando internamente pela disputa do novo líder da frente. É o que revela matéria publicada nesta segunda-feira (11), na Folha de S.Paulo.

“Deputados dessa frente reconhecem que a disputa em 2019 vem passando longe da cordialidade e do consenso visto em anos anteriores”, escreve a jornalista Anna Virginia Balloussier pontuando, em seguida, que assessores no Congresso chamam a disputa nos bastidores de “barraco evangélico” a base de “tiro, porrada e bomba”. “​O que antes acontecia ‘na paz de Deus’ agora virou um ‘Deus nos acuda’”, ironiza Balloussier.

Mas, apesar do quadro nos bastidores, o grupo continua coeso em torno de pautas conservadoras, funcionando como um dos principais pontos de influência do governo Bolsonaro na Câmara dos Deputados.

A disputa

O país vem assistindo, nos últimos anos, o aumento de grupos religiosos representados por parlamentares em Brasília, e a briga pela liderança da bancada

Continue lendo no Blog do Nassif.