Os premiados em Berlim e o ato político na exibição do filme “Marighella”

O júri do Festival Internacional de Cinema de Berlim, composto de seis membros entre eles o realizador chileno Sebastián Lelio, presidido pela atriz francesa Juliette Binoche, concedeu o Urso de Ouro para o filme francês Synonymes, dirigido pelo israelense Nadav Lapid. A delirante história de um israelense que se exila em Paris e decide não falar mais o hebreu.

Urso de Ouro em Berlim para Synonymes, filme francês do israelense Nadav Lapid. (Imagem: Divulgação)

Foram os seguintes os prêmios, distribuídos entre os filmes que concorriam na competição internacional:

– O Urso de Ouro para o filme francês Synonymes, de Ladav Lapid

– O Urso de Prata, correspondente ao Prêmio do Grande Júri para o filme francês Grâce à Dieu, de François Ozon

– O Urso de Prata, correspondente ao Prêmio Alfred Bauer foi para o filme alemão Systemsprenger, de Nora Fingscheidt

– O Urso de Prata de Melhor Diretor foi


Continue lendo no Observatório da Imprensa.