O BRASIL, O EFEITO ORLOFF, MACRI E A SUBORDINAÇÃO À EUROPA E AOS EUA.

(Da equipe do blog) – A imposição de barreiras e taxas, pela União Europeia, à importação de sete tipos de aço brasileiro, atitude que, de tanto se repetir, já se transformou, do ponto de vista histórico,  em um fator recorrente na desigual relação comercial entre o Brasil e a UE, chega em um momento particularmente interessante das relações internacionais brasileiras. Ela coincide com a

Continue lendo no Mauro Santayana.