A guerra pelo Sesi

Robson Andrade, presidente da CNI, está articulando como pode para melar a nomeação de Eduardo Eugênio Gouveia Vieira, da Firjan, para o comando do Sesi.

Embora Eduardo Eugênio já tenha aceitado a empreitada, Andrade ainda tem esperança de virar o jogo e assumir o posto. Paulo Guedes, porém, não dá sinal algum de poderia rever sua escolha, sobretudo para agradar à cúpula da CNI.

Continue lendo no Radar On-Line Veja.