Como foi a transição FHC-Lula: há 16 anos, dois velhos amigos na porta do elevador

Findas as emoções da cerimonia de posse, que foi uma grande festa popular, Lula acompanhou Fernando Henrique Cardoso até a porta do elevador privativo do Palácio do Planalto.

Só os dois parados um na frente do outro, o presidente que entrava botou a mão no ombro do presidente que saia, e lhe disse, antes que a porta se fechasse:

“Fernando, saiba que você terá sempre um amigo aqui”.

Os dois velhos amigos estavam emocionados.

Afinal, durante suas trajetórias, o sociólogo e o metalúrgico frequentaram os mesmos palanques na luta pela redemocratização do país.

Na subida da rampa do palácio, quando os dois se encontraram para dar início à cerimonia de passagem do poder, era difícil saber qual dos dois estava mais feliz.

No púlpito, diante da multidão que desde cedo ocupava todos os espaços diante do palácio, ao passar a faixa presidencial, FHC até derrubou os óculos, que Lula se

Continue lendo no Balaio do Kotscho.