Campeões em arremesso de verba

Ana Paula Henkel (publicado no Estadão)

O Brasil acaba de eleger um destacado ex-atleta militar, formado em educação física e amante declarado do esporte para ocupar a Presidência. Os militares são responsáveis por 13 das 19 medalhas brasileiras na última Olimpíada. Nossas Forças Armadas nos deram nada mais do que 68% do total das medalhas olímpicas em 2016. Esportistas e profissionais da área deveriam estar exultantes, afinal, temos um Ministério da Defesa que faz mais pelos atletas olímpicos do que um Ministério do Esporte, mas este não é realmente um país para amadores.

A última gritaria dos campeões de arremesso de verba, e seus companheiros de revezamento de cargo político e assalto sincronizado, diz que a fusão do famigerado Ministério do Esporte com outras pastas no futuro governo seria prejudicial ao país e aos esportistas em particular, como se participação da burocracia estatal no setor fosse um exemplo e não uma


Continue lendo no Blog do Augusto Nunes.