Em propaganda, Bolsonaro vincula esquerda a drogas e aborto em série de ataques a Haddad

Em busca de um nocaute Jair Bolsonaro (PSL) não vai dar refresco a Fernando Haddad (PT) na propaganda que levará ao rádio. Todas as inserções do deputado têm pesadas críticas ao rival, a Lula e ao PT. Em uma das peças, o locutor diz que o Brasil tem dois caminhos, a direita e a esquerda, a […]


Continue lendo no Painel Folha.