Fernando Jorge versus Paulo Francis, por Jorge Alberto Benitz

Categoria:  Não-ficção

Fernando Jorge versus Paulo Francis

por Jorge Alberto Benitz

Fernando Jorge, no afã de denunciar Paulo Francis como plagiário no seu livro “Vida e Obra do Plagiário Paulo Francis”, Editora Geração, parte para o Vale Tudo, esquecendo até as regras mínimas de que é proibido dedo no olho, joelhada quando o outro lutador está com uma mão no chão, soco na nuca, etc…Em sua defesa poderia se arguir que ele avisa antecipadamente que sua critica não se pauta na objetividade, na imparcialidade. Dai que o resultado é uma desvitalização da critica ao tornar- se algo pessoal, um simulacro de uma briga de rua.

De outra parte, não se pode dizer que ele foi superficial. Ao contrário, seu trabalho de pesquisa é profundo. Profundo até dema is. Explico: Ao tentar demonstrar o plagio em Paulo Francis ele o rotula como plagiador devido ao uso de citações

Continue lendo no Blog do Nassif.