A reação versus o Establishment: Bolsonaro versus Haddad

Por Rodrigo Constantino

Por Lucas Pagani, publicado pelo Instituto Liberal

Não resta qualquer dúvida: as eleições tomaram rumos extremados. Vimos isso nas urnas, nos votos, nos anseios populares.

Podemos ver que, na eleição, de maneira geral, dois partidos apareceram com as maiores bancadas parlamentares para o mandato dos anos 2019-2022: PT e PSL.

Meu intuito, nesse texto, tem cunho pessoal e partidário. Não de partido político, mas de ideia política. Caso você espere isenção, não a terá aqui. Terá uma argumentação sincera, pautada em minha visão de mundo e meus princípios e valores.

Com os desdobramentos políticos, a agressividade tomou conta. E não é culpa do candidato à presidência, Jair Bolsonaro. É culpa, principalmente, do Partido dos Trabalhadores, sob a liderança de Luiz Inácio Lula da Silva.

Desde o começo da Lava-Jato, descobrimos como e por que o PT e o seu líder comandaram o maior esquema de corrupção


Continue lendo no Blog do Rodrigo Constantino.