No rastro da Lava Jato: renovação recorde, caciques destituídos e bancada de direita

Por Rodrigo Constantino

Alguns formadores de opinião estavam apavorados com as consequências da Lava Jato: o clima era propício para um autoritarismo purificador, com a população clamando por intervenção militar e virando as costas para a política em si. Mas o que vimos como resultado das urnas neste domingo foi algo bem diferente: o povo usou a própria política para dar um recado aos políticos profissionais e corruptos.

Tivemos a maior renovação do Congresso em duas décadas, e vários nomes de peso ficaram de fora, sem cadeira na Câmara. Caciques que viviam da política há décadas se viram destituídos de seus privilégios da noite para o dia. Nomes que certamente se consideravam acima do bem e do mal vão ter que se adaptar à vida de pessoas comuns agora.

O MDB sofreu enorme baixa, mostrando que o fisiologismo foi atacado pela população. O PT ainda tem a maior bancada, mas


Continue lendo no Blog do Rodrigo Constantino.