Haddad fica sem palanques nos principais colégios eleitorais

Depois do tsunami conservador, candidatos a governador, mesmo os que esperam votos petistas, não querem ficar contra Bolsonaro no segundo turno.

Veja mais de Andrei Meireles

Continue lendo no Os Divergentes.