2º turno é oportunidade para eleitor refletir melhor

Deputado medíocre e despreparado do ponto de vista administrativo para presidir o Brasil, o candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, tem uma carreira política recheada de atitudes e declarações machistas, homofóbicas, autoritárias e de incentivo ao ódio e a violência. De modo geral, há inúmeras falas preconceituosas.

Diante desse cenário, a realização do segundo turno da eleição presidencial será uma importante oportunidade para o eleitor refletir com mais calma sobre qual destino o Brasil seguirá nos próximos quatro anos. Pesquisas do Datafolha e Ibope divulgadas ontem apontam que dificilmente haverá desfecho da corrida presidencial na primeira etapa.

O primeiro turno da corrida presidencial ocorreu num clima de agressividade alto e raro nos pleitos presidenciais desde a redemocratização _mais violento do que a disputa de 2014 entre Dilma Rousseff e Aécio Neves.

É bom para o eleitor ter tempo de comparar as duas propostas que chegarão à fase final. Na

Continue lendo no Blog do Kennedy.