#Elenão! #Elenão!

Manifestação contra Bolsonaro. (Foto: Rui Martins)

Sem bola de cristal, não consigo imaginar o que nos trarão as próximas semanas e se a frágil estrutura democrática brasileira irá suportar a ameaça próxima, visível, opressiva e sufocante de um novo período de trevas, perseguições, irracionalidade e da falta de liberdade.

Pura paranóia de quem viveu os primeiros anos da ditadura militar e precisou mudar todo o curso de sua vida num exílio que nunca acabou? Espero ser isso e não uma sensibilidade capaz de sentir os sinais anunciadores do pior.

É muito mais fácil escrever depois, do que antes da tragédia acontecer. E me vem à memória O Conformista de Bertolucci, na Itália de Mussolini, quando o mal se instala de maneira irremediável.

As sensações boas podem rapidamente se degenerar em lampejos de angústia e medo. E nesse clima de apreensão vou tentar contar meu sentimento de reencontro, meio século depois,


Continue lendo no Observatório da Imprensa.