Quem aguenta assistir a horário político e debates? Ainda bem que está acabando…

Estou me sentindo como aquela mulher que chegou se arrastando ao final de uma maratona olímpica, depois de acompanhar durante os últimos meses boa parte do horário de propaganda política e dos debates na televisão. Ainda bem que agora está acabando.

Ninguém merece. São coisas do século passado, da era pré-internet, e a Justiça Eleitoral ainda mantém as mesmas regras burras dos tempos da ditadura, que tornam esses programas simplesmente insuportáveis.

Para que e a quem ainda servem? Só se for para marqueteiros e outros profissionais desta indústria eleitoral decadente, que transformam a maioria dos candidatos a mandatos parlamentares em personagens de um circo de horrores.

Ao ver este desfile de nulidades e figuras folclóricas declamando seus números e promessas, lembrei-me daquela histórica sessão da Câmara que aprovou a abertura do processo de impeachment de Dilma Rousseff no golpe de 2016.

Se ali tivemos uma demonstração ao vivo do grau

Continue lendo no Balaio do Kotscho.