Ibope mostra que Haddad ganha força contra Bolsonaro

Duas semanas são uma eternidade no Brasil, mas só um fato muito forte poderia mudar a tendência apontada ontem pela pesquisa Ibope. O levantamento reforçou a tendência de que o segundo turno da corrida presidencial será travado entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT). O petista também ganhou força para enfrentar o candidato do PSL à Presidência na segunda etapa.

O Ibope sugeriu que Bolsonaro pode ter atingido o seu teto no primeiro turno. Ele manteve os mesmos 28% da pesquisa anterior. O instituto confirmou que continua em curso a transferência de votos de Lula para Haddad. O petista subiu de 19% para 22%. Em cerca de um mês, Haddad cresceu 18 pontos percentuais.

Ciro Gomes (PDT) marcou novamente 11%. Geraldo Alckmin (PSDB) oscilou positivamente de 7% para 8%. E Marina teve variação negativa de 6% para 5%.

As simulações de segundo turno foram mais desfavoráveis ao candidato do

Continue lendo no Blog do Kennedy.