O livro que Bolsonaro tentou mostrar no JN

Durante a pergunta sobre políticas de inclusão aos LGBT no Jornal Nacional, Jair Bolsonaro tentou mostrar um livro que supostamente seria parte do famigerado “kit gay” para colégios públicos, combatido pelo deputado durante os governos do PT, e foi impedido por William Bonner devido a uma regra da sabatina que não permite aos candidatos levarem qualquer tipo de documento (também foi quebrada por Ciro Gomes).

O livro em questão era “Aparelho Sexual e Cia – Um guia inusitado para crianças descoladas”, que teve 28 exemplares comprados em 2011 pelo Ministério da Cultura para serem distribuídos em bibliotecas públicas,no Programa Livro Aberto e não em escolas. Como mostra matéria do Estadão da época, o MEC negou que tenha adquirido o livro e que as publicações faziam parte da lista de livros didáticos do governo federal.

Continue lendo no BR18.