“Candidatos não emocionam”: metade do eleitorado não votará, calcula Ibope

Dos 142 milhões de brasileiros inscritos para as eleições deste ano, metade não deverá votar em ninguém, calcula o presidente do Ibope, Carlos Augusto Montenegro, o maior especialista brasileiro em pesquisas eleitorais.

Ao constatar que o cenário está inalterado há mais de um ano, “como água parada”, Montenegro encontra dois motivos principais para esse desinteresse:

“Ninguém sobe nem desce porque os candidatos não emocionam” “A população está enojada da política. Nunca vi o eleitor tão frio e desmotivado”.

Em entrevista ao colunista Bernardo Mello Franco, de O Globo, o presidente do Ibope fez uma análise pouco alentadora sobre as possibilidades dos principais candidatos:

Bolsonaro não será eleito. Se for para o segundo turno, não ganha de ninguém. Candidatura de Marina Silva vai sumir assim que começar o horário eleitoral. Sem alianças, Ciro Gomes deve ir pelo mesmo caminho. Alckmin ainda é um enigma. Com Lula preso, o

Continue lendo no Balaio do Kotscho.