João Paulo Rillo: Xerox do modo PSDB de governar deixa França na rabeira eleitoral

Foto: Klaus Silva /TJSP, via Fotos Públicas

A máquina do atraso

por João Paulo Rillo*

Márcio França segue em sua trajetória marcada pelo oportunismo, tentando uma mágica capaz de enganar só os menos atentos.

Repisa caminhos já gastos por onde perambularam durante mais de 20 anos toda a tucanada, mas insiste em criar uma imagem de alteridade com o partido de seu antecessor e padrinho, Geraldo Alckmin.

Seja pelas dificuldades pessoais de Alckmin em decolar a candidatura à presidência, seja pelo desgaste de um (mau) governo de mais de duas décadas no estado ou pelo fato de o PSDB ter candidato ao governo do estado – ainda que Dória não seja uma unanimidade entre os tucanos –, França busca soluções próprias para fazer frente às adversidades de sua campanha.

E, oscilando entre 4% e 8% nas pesquisas de preferência do eleitor, precisa mesmo.

O problema do pessebista é tratar como

Continue lendo no Vi o Mundo.