Jeferson Miola: Teratológica é a decisão de Laurita Vaz que não condenou a armação nem a quebra da hierarquia judicial

Sérgio Amaral/STJ

Judiciário teratológico [monstruoso]

por Jeferson Miola, em seu blog

teratologia (1881 cf. CA1)

substantivo feminino med
1 especialidade médica que se dedica ao estudo das anomalias e malformações ligadas a uma perturbação do desenvolvimento embrionário ou fetal.
2 p.sin.os monstros como um conjunto; a monstruosidade ‹as cortes medievais adoravam a t.

Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa

Nestes tempos de fascismo jurídico-midiático, é preciso atentar ao juridiquês para decifrar o significado das decisões teratológicas – ou melhor, monstruosas – de juízes, policiais federais e procuradores.

A palavra teratológica saiu com pompa e solenidade da boca de William Bonner na edição de 10 de julho do Jornal Nacional.

O porta-voz do golpe leu o teor da decisão – teratológica – da presidente do stj, Laurita Vaz, que considerou “inusitada e teratológica [a] decisão” do desembargador Rogério Favretto de mandar libertar o ex-presidente Lula do cárcere político.

A monstruosidade [ou teratologia]

Continue lendo no Vi o Mundo.