Ainda bem que perdemos para a Bélgica. Se fosse contra a França…

Os deuses do futebol sabem o que fazem. Ainda bem que perdemos só por 2 a 1 para a Bélgica e caímos fora da Copa antes das semifinais.

Já pensaram se a gente tivesse que pegar essa França com Mbappé endiabrado, partindo para cima do Marcelo a mil por hora, com a nossa defesa batendo cabeça, e o goleiro só olhando, sem sair debaixo da trave?

Poderia dar outro 7 a 1, foi melhor não arriscar mais um vexame.

França e Bélgica foi, de longe, o melhor jogo da Copa, e não haverá outro, qualquer que seja o campeão.

É melhor cair na real e admitir: nós não somos mais os reis do futebol.

Foi-se o tempo, e o tempo não volta.

Dá gosto de ver esse novo futebol frenético mostrado pelos jovens franceses e belgas, com sua legião de imigrantes africanos, atacando o tempo todo, jogando com velocidade, buscando

Continue lendo no Balaio do Kotscho.