Lula preso, Lula livre, Lula preso…

Discretamente, às 19h32 da última sexta, os deputados federais Paulo Teixeira, Wadih Damous e Paulo Pimenta protocolaram um pedido de habeas corpus para libertar Lula no Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Não estava assinado por nenhum dos advogados principais do ex-presidente e, àquela hora, os parlamentares já sabiam que a análise driblaria o relator do caso e cairia nas mãos do desembargador plantonista. Naquele fim de semana, Rogério Favreto. Às 9h05 de ontem, Favreto deu a ordem de…


Continue lendo no Canal Meio.