Lava Jato chega ao comando de multinacionais

A Lava Jato prendeu, ontem, um de seus executivos mais graduados. É Daurio Speranzini Jr, CEO da General Electric Healthcare para a América Latina. A GE não é investigada. Os crimes dos quais é suspeito ocorreram quando estava no comando da área de serviços médicos da Philips no país. Preso no Rio, Speranzini é acusado de atuar em fraudes para a licitação de equipamentos para o Instituto Nacional de Traumatologia.

Segundo o Ministério Público, um cartel de fornecedores internacionais cobrou…


Continue lendo no Canal Meio.