Agora ninguém segura: Brasil de Tite se torna o grande favorito

Acabaram-se as oitavas de final. Restaram só oito seleções e faltam apenas dois jogos para chegarmos à grande final do hexa.

Por tudo o que o mundo do futebol mostrou até agora na Copa da Rússia, a melhor seleção foi a nossa.

Não tem mais bicho papão, e o Brasil tem time para ganhar de qualquer um dos que sobraram.

Um a um, os favoritos foram caindo: Alemanha, Argentina e Espanha foram os primeiros.

França, Bélgica e Inglaterra penaram para passar às quartas de final e já não assustam ninguém.

Não é tão impossível termos uma final entre Brasil e Uruguai, os dois únicos sul-americanos ainda na disputa.

Mesmo sem empolgar, em quatro jogos a seleção de Tite foi se acertando aos poucos e recuperou o respeito e o prestígio perdidos na Copa de 2014.

No segundo tempo contra o México, com Neymar e William reencontrando seu melhor futebol, o

Continue lendo no Balaio do Kotscho.