López Obrador mostra sede de inclusão social na América Latina

A eleição de Andrés Manuel López Obrador para presidir o México equivale politicamente à chegada de Lula ao poder no Brasil em 2002. É a primeira vez que a esquerda governará o maior país de língua espanhola do mundo.

O resultado mostra que a agenda da inclusão social ainda é o maior desafio da América Latina e que administrações focadas apenas numa estabilização da macroeconomia sem olhar para os mais pobres podem ter sucesso eleitoral efêmero no século 21.

Os governos Temer e Macri (Argentina) são exemplos de propostas de condução ortodoxa da economia que, ao deixar a questão social em segundo plano, acabaram por gerar crises políticas e perder apoio popular.

Ex-prefeito da Cidade do México, López Obrador foi eleito depois de naufragar em 2006 e 2012 _outra semelhança com Lula, que chegou ao poder após três derrotas consecutivas.

O desafio da esquerda latino-americana é combinar a gestão responsável

Continue lendo no Blog do Kennedy.